7 DICAS PARA VENDER SEU IMÓVEL MAIS RÁPIDO

Publicado em 11/02/2021 por Coralli

Você já parou pra pensar que é, sim, possível vender o seu imóvel mais rápido e sem perder dinheiro? Para isso, é preciso ter estratégia, técnica e conhecer as particularidades do setor imobiliário.

Por isso, nós separamos 7 dicas pra que você negocie sua casa ou apartamento sem grandes dificuldades – e, principalmente, sem arrependimento.

Confira!

1. TENHA TODA A DOCUMENTAÇÃO EM DIA
Após a negociação de um imóvel, o novo proprietário precisa ter toda a documentação em dia para realizar a transferência de propriedade e atestar sua compra.

Por isso, quem busca uma casa ou apartamento e entende do mercado tem como requisito a compra de um imóvel completamente regular e sem pendências.

Se quiser vender seu imóvel rápido, portanto, procure resolver todos as pendências antes mesmo da divulgação. Quem tiver pressa para adquirir uma propriedade dificilmente vai aceitar a compra e acabará partindo para uma outra opção.

O ideal é que você verifique se existem pendências financeiras, como taxas de IPTU em aberto, e se o imóvel está regular perante a justiça, sem disputas por herança ou penhoras judiciais. Lembre-se de que a compra e venda imobiliária, por si só, já é burocrática. Facilite a venda.

2. DEIXE O LOCAL LIMPO E AREJADO
Quando o cliente for conhecer seu imóvel, garanta que o local esteja limpo e agradável para visitação. Deixe os cômodos arrumados para trazer aos olhos do comprador o brilho de quem encontrou a sua futura propriedade. Essa é a primeira forma de conquistar sua atenção e mantê-lo interessado.

Retire tudo que não contribuir para uma boa ambientação e, se possível, abra as janelas. A incidência de luz natural contribui para uma experiência positiva e ainda mostra aos interessados que sua casa é um local com boa circulação de ar e incidência de luz solar.

3. REFORME O QUE FOR NECESSÁRIO

Se o seu imóvel está com alguns danos e reparos pendentes, o ideal é que você resolva tudo antes de receber a primeira visita de um comprador interessado.

Faça as reformas que forem necessárias, pinte as paredes e o teto para deixar tudo com aparência e cuidados de casa nova, e verifique se existem vidros quebrados.

Confira, ainda, se toda a fiação e detalhes estão em dia com o que você vai anunciar e capriche para entregar o imóvel como você gostaria de recebê-lo das mãos de outra pessoa. Problemas elétricos e hidráulicos podem demandar muito dinheiro e nenhum comprador quer arcar com isso.

Pequenos detalhes também fazem a diferença, por isso, observe com atenção o estado de conservação do piso, das maçanetas, das esquadrias nas janelas e nos armários, se houver.

4. ESTEJA ABERTO A NEGOCIAÇÕES

Às vezes, é difícil vender o imóvel exatamente pelo valor que você está imaginando de início – portanto, esteja aberto para negociar com o interessado na propriedade formas que facilitem o pagamento.

Se houver muita inflexibilidade da sua parte para conversar sobre valores, o comprador pode se desinteressar muito rápido. Procure entender a situação do cliente e, se o valor que ele propôs está muito abaixo do que o informado por você no seu anúncio de vendas, tente mostrar os seus pontos e chegar a um acordo que seja bom para as duas partes.

Mostre a ele os pontos positivos da sua propriedade, destaque que a documentação está em dia, que o imóvel está em excelente estado de conservação e faça o seu preço parecer justo. Tenha uma margem para negociação. Desta forma, você não perde nem o dinheiro e nem a venda.

5. CAPRICHE NO ANÚNCIO DE VENDA

Para vender um imóvel rápido é imprescindível que você capriche no anúncio. Não adianta ter a casa ou o apartamento mais incrível do mundo se ele chegar aos interessados de forma incompleta ou insatisfatória.

Procure detalhar bem as características do imóvel, como metragem, número de cômodos, existência de áreas externas e áreas de lazer, quando houver. Liste, também, se existem armários embutidos ou móveis planejados.

Na hora de falar sobre a propriedade, enfatize as qualidades: localização, segurança, amplitude e possibilidades de personalização. Deixe as formas de contato bem visíveis para facilitar o agendamento de visitas.

6. REGISTRE BOAS IMAGENS PARA DIVULGAÇÃO
Além de uma boa descrição do anúncio, você precisa mostrar ao potencial comprador como é a propriedade. Tire boas fotos da sua casa ou apartamento e, se for possível, contrate um profissional especializado no mercado imobiliário.

Use a luz natural sempre que puder para clicar as áreas externas e mostrar os pontos positivos que o ambiente possui.

Dentro da propriedade, procure ângulos que favoreçam os cômodos e evite cliques sem sentido, como registro de quinas ou espaços tortos. Mantenha-se alinhado para criar um ângulo horizontal agradável para quem vê a fotografia.

Não se esqueça de que as fotos do anúncio do seu imóvel são o primeiro convite para interessar os clientes e devem estar bem bonitas e atrativas. Ah! E não se esqueça de retirar das imagens todo e qualquer objeto pessoal ou que indiquem falta de organização por parte do proprietário.

7. DIVULGUE O IMÓVEL
Agora que você já sabe como registrar as imagens e descrever corretamente as características do seu imóvel, é hora de saber onde anunciar, não é mesmo? Uma das dicas mais certeiras é contar com a ajuda de imobiliárias especializadas em compra e venda de imóveis.

Anotou as dicas?

Fonte: imovelweb

______
Leia também:

COMO EVITAR 5 ERROS DE REFORMA QUE PODEM CUSTAR CARO? CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS.

VALORIZAÇÃO DE IMÓVEIS: SAIBA COMO ACONTECE. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS.