CONHEÇA OS TIPOS DE FINANCIAMENTOS IMOBILIÁRIOS

Publicado em 26/08/2021 por Coralli

Para realizar o sonho da casa própria é importante buscar muitas informações – assim você evita incômodos e não cai em armadilhas.

Existem algumas modalidades de financiamento de imóveis.

A primeira delas utiliza os recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). As outras opções envolvem o Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) ou a opção de financiamento direto com a construtora.

Cada um deles apresenta particularidades que precisam ser analisadas com cautela.

FINANCIAMENTOS PELO FGTS
O financiamento de imóveis que utiliza os recursos do FGTS faz parte do Sistema Financeiro de Habitação (SFH). Os valores do imóvel e do financiamento possuem limites que podem variar de tempos em tempos. Para essa modalidade só podem participar pessoas com uma determinada renda familiar máxima e esse valor varia de região para região. Essa modalidade costuma ser a mais procurada devido a suas baixas taxas de juros.

FINANCIAMENTOS PELO SBPE

Para entender como funciona o financiamento de imóveis pelo Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) é importante saber que, para essa modalidade, não existe limite de renda. Além disso, quando o imóvel apresenta um valor dentro dos limites do SFH suas taxas de juros não podem ultrapassar 12% ao ano.

CONSTRUTORAS

Essa é a opção de financiamento que oferece maior flexibilidade de negociação. Isso porque as construtoras não impõem limites sobre os valores financiados, renda ou taxas de juros.

Contudo, essa é a modalidade que apresenta maior risco para os compradores se a construtora financiar a construção com algum banco. Desse jeito, o imóvel comprado está hipotecado a esse banco e, caso a empresa declare falência ou não quite a dívida, a instituição financeira pode reivindicar o imóvel para quitar os débitos.

Em alguns casos, o comprador pode quitar seu imóvel com a construtora, mas a propriedade continua hipotecada. Assim, após quitar a dívida é imprescindível exigir que a construtora tire o imóvel da hipoteca, se for o caso. Essa comprovação se chama certidão de ônus reais e pode ser obtida em qualquer cartório apresentando apenas o endereço da residência.

Esse documento é muito importante para resguardar o comprador. Caso a empresa vá à falência e o banco quiser o imóvel como pagamento, essa certidão é o comprovante para proteger o proprietário.

CONSÓRCIO IMOBILIÁRIO: UMA OPÇÃO AO FINANCIAMENTO
Outra opção de financiamento imobiliário é o consórcio – é a melhor opção para quem não possui pressa para a mudança e está adquirindo o primeiro imóvel.

Além disso, o consórcio permite parcelar até 100% do valor do imóvel, sem a necessidade de uma entrada.

A grande desvantagem está no tempo de entrega da carta de crédito.

COM A CORALLI VOCÊ ENCONTRA O IMÓVEL IDEAL, SEMPRE COM O ACOMPANHAMENTO DOS NOSSOS CONSULTORES, QUE SÃO PREPARADOS PARA INDICAR O MELHOR TIPO DE FINANCIAMENTO PRA VOCÊ.


Fonte: Casa Mineira

______
Leia também:

CONSÓRCIO DE IMÓVEIS: COMO FUNCIONA? CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS.

10 DICAS PARA INVESTIR EM IMÓVEIS. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS.